Imagem
Cartaz do Seminário
Estão abertas as inscrições para o 1º Seminário Treino de Futebol - Pombal 2013.
A necessidade de aperfeiçoar constantemente as metodologias desportivas, e a do futebol em particular, só pode satisfazer-se articulando a reflexão consolidada de técnicos e praticantes experientes com as questões, perplexidades ou incertezas colocadas por auditórios críticos e interessados. Estes, provenientes de diversos horizontes e tipos de de ligação ao desporto-rei, sempre acorrem quando se trata de aprofundar a relação, teórica e prática, com o futebol. Constituindo um vasto mundo de praticantes, especialistas, amadores ou simples curiosos, o futebol tem sempre de tê-los em elevada estima, pois são a sua primeira comunidade de recepção e exigência profissionalizante.
Com o objectivo de fornecer mais um espaço de reunião, diálogo, emulação e aprofundamento de experiências a esta comunidade, o Seminário Treino de Futebol Pombal 2013 pretende desde já posicionar-se como referência de qualidade no âmbito da formação desportiva, técnica e cultural do futebol na Região Centro, para isso convocando todos os interessados a nele participarem e sentirem desde já integrados.

Consulte toda a informação acerca do Seminário aqui

 
 
 Imagem
O Sp.Pombal entrou com o pé esquerdo na fase final da 3.ª Divisão. A formação de Nuno Pereira acabou vergada a uma derrota no minuto 90, diante do Vitória de Sernache. Um enorme balde de água fria para os leões do Arunca, que ambicionavam conquistar os três pontos para ficar mais perto dos dois primeiros lugares.
Foi um jogo com poucas oportunidades de perigo, muito disputado a meio-campo. Na segunda parte a qualidade de jogo melhorou um pouco e assistiu-se a um encontro mais interessante e dinâmico.
O encontro começou com ambas as equipas na expetativa e sem arriscarem. O Sp.Pombal entrou mais dominador, mas sem conseguir criar situações de perigo. O Sernache reagiu, passou a dominar mais o jogo a meio-campo, mas também não incomodava o guarda-redes Nélson.
Foram os 45 minutos, sem qualquer ponta de interesse e sem uma única oportunidade soberana de golo para nenhuma das equipas.
Ao intervalo o técnico Miguel Lima Pereira mexeu na equipa, fazendo entrar o argentino Ernesto Sanchez para a saída do apagado Abel Tchocomar. Esta alteração não trouxe nada de novo ao Sernache, dado que Wilson conseguiu sempre controlar as investidas do jogador do clube de Castelo Branco.
Após um período inicial de equilíbrio, o Sp.Pombal começou a ganhar os duelos a meio-campo e Pedro Emanuel está perto do golo, mas na sequência de um cruzamento, rematou fraco e denunciado perante Paulo Salgado. Reagiu o Sernache e, numa rápida jogada de contra-ataque, valeu uma rápida sáida de Nélson para evitar males maiores para os comandados de Nuno Pereira.
Os dez minutos seguintes foram de claro domínio dos visitantes, com Pedro Emanuel em duas situações e Cepeda a estarem muito perto de marcar.
Nuno Pereira lançou Jocy para o ataque, no sentido de dar ainda mais acutilância ao ataque, mas o que é certo é que os Leões do Arunca baixaram de produção a estratégia não surtiu efeito.
Miguel Lima Pereira lançou duas unidades para refrescar o meio-campo, Messias e Nairy, que vieram dar mais solidez ao conjunto do distrito de Castelo Branco.
O jogo voltou ao equilíbrio de antigamente, mas no minuto 90, o Sernache viria a obter o golo da vitória por intermédio de Sanhá.
No último minuto de descontos enorme sururu na área do Sernache com o Sp.Pombal a pedir uma grande penalidade sobre Pedro Emanuel. O árbitro mal colocado nada assinalou, em melhor posição o árbitro auxiliar também nada marcou. Protestos dos Leões do Arunca que motivaram a expulsão de Wilson e do guarda-redes suplente Ângelo.
No final, satisfação do Sernache pela vitória que relança a equipa de Miguel Lima Pereira na luta pela subida, já o Sp.Pombal havia uma enorme onde de frustação, mas também alguma revolta em relacção à arbitragem.
O trabalho de António Resende foi contestado pelo Sp.Pombal. Ficaram dúvidas em três lances, dois na área do Sernache e um na do Sp.Pombal. Nos três nada assinalou. Uma arbitragem que deixou a desejar por parte do jovem árbitro aveirense.

Campo Nuno Álvares Pereira, em Sernache do Bomjardim
Árbitro: António Resende (AF.Aveiro)
Assistência: Cerca de 100 pessoas


Sernache
Paulo Salgado; Casal, Hugo, Nita e Miguel Serôdio; Tiago Farinha (Messias, 73’), João Gonçalves, Guilherme (Nairy, 85′)); Santolini, Sanhá e Abel Tchocomar (Ernesto Sanchez, 45’)
Treinador: Miguel Lima Pereira

Sp.Pombal
Nélson; Lagoa, Rúben, Sousa e Wilson (Micas, 86’); Miguel Xavier, Cepeda   (Mauro, 90’), Rica, André Costa; João Pinto (Jocy, 64’) e Pedro Emanuel.
Treinador: Nuno Pereira

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: Sanhá (90′)