Imagem
O Oliveira do Hospital e Sp.Pombal têm andado quase a par na  classificação
da Série D do Nacional da III Divisão, pelo que não é de  espantar que o jogo de domingo, tenha ficado marcado pelo equilíbrio.  Não se pode dizer que uma equipa seja melhor do que a outra e o empate  acaba, assim, por assentar bem ao que se passou em campo, apesar de os  homens da casa terem criado mais ocasiões de golo, sobretudo na recta  final, quando o guardião Ângelo lhes negou o
triunfo.
No final, valeram os golos de Nilson e Rica, obtidos ainda na primeira  parte. O extremo angolano foi mais rápido e eficaz na recarga a um penálti (cometido sobre Ruca), depois de Ângelo defender o remate de  Pedro André, e cabeceou para o fundo das redes; Rica empatou num lance  de insistência, nascido de um lançamento lateral, com um oliveirense a  cortar já para lá da linha fatal, no entender do assistente de Tiago  Gonçalves.
Já depois de terem perdido elementos por lesão (Turé e Rúben) ainda no  primeiro tempo, as duas equipas abordaram o resto do jogo com intenções  ofensivas, ainda que sem correrem riscos em demasia. O Pombal, que teve  em André Costa, Pedro Emanuel e Miguel Xavier os pilares do seu futebol, ameaçou por Serrão, mas os locais acabaram por cima. Fernando Pedro,  Guti e Nilson, este já em tempo de compensação, dispararam do meio da  rua, mas Ângelo brilhou. E a partida acabou empatada.
Quem beneficiou com este empate foi o Caldas que assumiu a liderança

 Oliv. Hospital 1
Treinador: Zé Pedro.
Rui Vale; Eduardo,
Seidou, Iano, Fernando Pedro, Daniel, Pedro André  (Mário Jorge, 79m), Guti, Nilson, Turé (Bruno Cardoso, 39m) e Ruca  (Jerome, 59m).
suplentes: Rafa, Anderson, Craveiro e Luís Pedro.



Sp. Pombal 1
Treinador: Nuno Pereira.
Ângelo, Lagoa, Paulito, Rúben (Cepeda, 41m), Wilson, Miguel Xavier,  Sousa, André Costa, Rica (Serrão, 68m), Jocy (João Pinto, 88m) e Pedro  Emanuel.
suplentes: Nélson, Jardel e Fábio.

 Campo de Santo António, em Nogueira do Cravo
Árbitro: Tiago Gonçalves
(Castelo Branco).
Ao intervalo: 1-1.
Golos: Nilson (17m) e Rica (37m).

Acção Disciplinar: cartão amarelo para Paulito (22m), Nilson (44m),  Seidou (62m), Cepeda (69m), Bruno Cardoso (85m) e Wilson (89m).


 
 
 Imagem
 Numa tarde chuvosa, o Penelense, com muitas limitações e cinco atletas  dos juniores no banco de suplentes, recebeu o primeiro classificado da  Série D, conseguindo um empate com o Sp. Pombal a chegar ao golo a cinco minutos do fim de grande penalidade.
Começou melhor o Sp. Pombal com maior posse de bola, contudo sem  conseguir importunar a baliza à guarda de Mauro. A equipa da casa respondia com contra-ataques rápidos e boas movimentações dos homens da frente, mas as ocasiões de golo escassearam durante o primeiro tempo  pelo que o nulo ao intervalo era esclarecedor do equilíbrio reinante.
A segunda metade iniciou- -se com um grande golo de Baba após cruzamento de Eric para a área. A equipa de Penela podia ter aumentado a vantagem  em duas ocasiões: num livre directo, aos 55 minutos, e num falhanço de  Filipe Pita quando se encontrava sozinho perante a oposição de Ângelo.
As oportunidades surgiam em catadupa para os comandados de Jorge Duarte. Samuel Garrido e Eric foram os jogadores do Penelense a contribuir para a injustiça que já se verificava no marcador, tantos foram os golos  falhados por parte da turma caseira.
Com o jogo a caminhar para o fim, o Penelense tinha o jogo controlado e  Sp. Pombal não conseguia encontrar maneira de empatar e segurar a  liderança no campeonato. Contudo, aos 85 minutos, acontecem os “casos” do jogo. Celestino, que estava a ser o melhor em campo, viu o cartão  vermelho por acumulação e o árbitro assinalou grande penalidade num  lance que gerou muita contestação dos jogadores e adeptos locais. Para  pior a situação, acrescentar que o árbitro assistente assinalou pontapé  de canto no lance da grande penalidade.Indiferente a tudo isto,
Pedro Emanuel fez o empate quando apenas  faltavam cinco minutos para o fim. A partir daí o jogo arrastou-se e até final apenas destaque para a estreia do
júnior David Hingá nos locais.  Os comandados de Jorge Duarte fizeram um grande
jogo, mas pecaram na  hora de visar as redes defendidas por Ângelo, enquanto o
Sp. Pombal terá que fazer muito melhor para manter a liderança na III
Divisão.
Arbitragem do trio que viajou de Lisboa com algumas decisões
duvidosas.

 
 
 Imagem
Luís Pedro Serrão é o novo reforço do Sp.Pombal. O Avançado, que pode  jogar no
centro do ataque e nas faixas laterais, já pode ser opção para o encontro de
amanhã, caso o técnico Nuno Pereira, assim o entenda.
O jogador já
representou o Marítimo B e o Pampilhosa na última época.  Esteve ainda na
Escócia, onde representou clubes dos escalões  secundários.
O Sp.Pombal
desloca-se,amanhã, ao reduto do Penelense, num jogo em que só a vitória
interessa aos Leões do Arunca.

 
 
 Imagem
O Sp. Pombal cumpriu a sua obrigação, recebendo o Torres Novas com um triunfo esclarecedor (3-0). Já ontem, o Sourense havia consumado o seu regresso às vitórias, indo às Caldas da Rainha vencer o emblema local por uma bola a zero.
Esta tarde, em Pombal, os ‘leões’ chegaram ao intervalo a ganhar por 1-0, graças a um tento obtido por Mauro, à passagem dos 40 minutos. A primeira parte deste encontro foi disputada sob o signo do equilíbrio, muito embora se notasse, nos primeiros minutos, algum atrevimento torrejano.
Porém, a experiência pombalense não permitiu grandes veleidades aos homens de Torres Novas que, na etapa complementar, pareceram baixar de rendimento, nomeadamente a partir dos 60 minutos. Se, inicialmente, se pensou tratar-se de quebra física, esta ideia acabaria por se acentuar, mais ainda, depois de Pedro Emanuel ter elevado para 2-0 (63’). Rica, acabado de ser lançado nas quatro linhas, fechou o resultado, aos 75 minutos, com a obtenção do terceiro golo da sua equipa.
O Sp.Pombal  está novamente na liderança, fruto da vitória sobre o  Torres Novas por 3-0. O Caldas perdeu em casa, diante do Sourense por  1-0. O Oliveira do Hospital empatou diante do Alcanenense a duas bolas.
O Sernache derrotou o Mortágua por 2-0, enquanto o Beneditense somou a  segunda vitória consecutiva ao derrotar o Marinhense por 3-2.Finalmente o Penelense derrotou o Alcobaça por 2-1.

 
 
 Imagem
Caldas, Sp.Pombal e Oliveira do Hospital lideram o campeonato, quando  estão
disputadas 17 jornadas. O Sp.Pombal empatou a zero bolas diante do Alcanenense,
enquanto o Oliveira do Hospital derrotou o Sernache por  3-2.  O Caldas empatou
a uma bola diante do Alcobaça. A grande surpresa  foi a derrota do Sourense
O Torres Novas venceu o Penelense por 3-0, enquanto o Marinhense derrotou o
Mortágua por 1-0